BRASILEIRO DEIXA PM SP PARA DEFENDER UCRÂNIA NA GUERRA

Sexta, 13 de Janeiro de 2023

Ex aluno do curso Palestra Gratuita acredita que tem uma missão e resolveu deixar no Brasil os dois filhos e a namorada para partir em busca de uma causa que acredita ao lutar pela Ucrânia na guerra com os russos.

 

O paranaense Saulo, de 35 anos deu baixa na Polícia Militar de SP em 2022 para partir para a Polônia, em busca de evitar uma guerra maior. Para Saulo, o conflito pode chegar a se tornar uma Terceira Guerra Mundial. Ele se identifica com a causa do povo ucraniano e do presidente Volodmir Zelenski, e após assistir em choque as imagens dos bombardeios no país decidiu que iria se juntar à essa missão.

“Tem o risco de não voltar. Todo mundo que vai, vai sabendo disso. Ninguém é criança”, diz o ex-policial, que teme que o conflito evolua para uma guerra nuclear.

Muitos brasileiros se voluntariaram para ir ao combate lutar pela Ucrânia. A força militar brasileira tem muitos heróis que se solidarizaram com a situação ocorrida no país alheio.

Para poder lutar com as forças na Ucrânia, fazia-se necessário ter experiência militar ou com armas.  As fontes podem ser encontradas no site https://fightforua.org, que orientava quem queria se unir aos combates.

Por outro lado, autoridades brasileiras fizeram o necessário para facilitar a entrada de refugiados vindos da Ucrânia, e segundo a ONU foram milhões que saíram do país em meio à guerra

A coragem e garra de Saulo em fazer a sua parte nesse combate como um bom militar, que sabe a importância de soldados como ele num conflito como esse, o fez comprar do próprio bolso sua passagem, só de ida, à Polônia, e com ele levou uma bandeira do Brasil e a esperança de fazer o que estiver ao seu alcance e dar o seu melhor no mundo.

 

Palavras-chave: BRASILEIRO DEIXA PM SP PARA DEFENDER UCRÂNIA NA GUERRA, guerra da ucrânia, brasileiros na ucrânia, pm na ucrânia, brasileiros na guerra, como ser soldado,

Categorias